O Boteco & Cerveja esteve presente na Brasil Brau 2013 e conferimos algumas novidades e degustamos muitas cervejas boas.

Brasil Brau 2013.

A edição de 2013 mostrou melhorias em relação à anterior. Dessa vez os expositores relacionados à produtores de cerveja (home brewers e cervejarias) estavam separados das cervejarias com seus produtos em exposição para degustação. A feira se dividiu em Brasil Brau e Degusta Beer. Fichas para degustação foram vendidos em um quiosque que aceitava dinheiro e cartões. As cervejarias disponibilizaram cartazes com valores de cada dose de degustação. O próprio copo que o evento dava tinham medidas de 50ml e 100ml. E também havia um espaço destinado à alimentação. A edição deste ano foi um sucesso e bateu todos os recordes de público!

Encontramos novidades bastante interessantes na Brasil Brau como kits para detecção de defeitos nas cervejas, que eram cápsulas com cada defeito detectável. Bastante interessante mas voltado para quem produz mesmo. Encontramos também acessórios como chopeiras bastante incrementadas.

Chopeiras.

Chopeiras.

Focamos a área do Degusta Beer em busca de conhecer o maior número de cervejas em um único dia. Haviam 400 rótulos à disposição dos apreciadores de cervejas. Os valores das doses variavam em R$ 1 a dose de 50ml até R$ 18 uma DeuS (foram esses valores que encontramos). A maioria custava R$ 2 (doses de 50ml e 100ml).

Guichê.

No Degusta Beer encontramos um estande que fabrica canecas em cerâmicas. São belíssimas.

Canecas.

Karavelle

O grande destaque do estande da cervejaria Karavelle, que tem como padrinho o cantor Seu Jorge, era o lançamento dos rótulos Rádio Rock (em parceria com a 89fm) em 5 estilos diferentes (Red Ale, Keller, Pilsen, Weiss, Barba Negra e IPA). Elas não estavam disponíveis como degustação, apenas a venda da garrafa (355ml). Provamos uma garrafa longneck de pilsen.

Radio Rock Beer.

Radio Rock Beer.

Dortmund

Notamos que o estande da Dortmund estava bem disputado. As maiores novidades eram a cerveja da banda Matanza (estilo IPA) e a sazonal The White IPA (mistura o estilo witbier com o frescor do trigo e a potência do lúpulo das IPA). Por lá encontramos também a cerveja Júpiter (cervejaria Júpiter) que ainda será lançada. Experimentamos a Matanza e a Júpiter e ambas agradaram bastante.

Dortmund.

Matanza IPA.

Jupiter APA.

Madalena

Cervejaria nova no pedaço esteve presente com 3 estilos. Provamos uma pilsen e uma stout. O rótulo é bem bonito.

Cervejaria Madalena.

Cerveja Madalena Stout e Pilsen.

Armazém do Nono

A importadora Armazém do Nono esteve presente com 30 rótulos de 3 cervejarias belgas (Bosteels, Van Honsebrouck e Anthony Martin´s). A dose da cerveja DeuS estava sendo vendida por R$ 18, uma ótima oportunidade para degustar essa famosa cerveja. Provamos 2 cervejas frutadas St. Louis, Pêche e Framboise. A de framboesa agradou bastante.

St. Louis Peach e Framboise.

Dama Bier

Estava presente com suas tradicionais cervejas além de servir a cerveja colaborativa do estilo Imperial Pilsen. Perguntado sobre o aguardado estilo ESB, foi dito que estão à espera da liberação do Mapa. Fazendo figas para que isso ocorra logo.

Dama Bier, Imperial Pilsen.

Insana

A cervejaria Insana estreou na Brasil Brau trazendo suas novas cervejas em garrafas. A cervejaria anteriormente trabalhava apenas com chope. A Insana está com 3 rótulos: Chocolate Porter, Weizen e Gold onde as duas primeiras são cervejas premiadas no Festival Brasileiro de Cerveja 2013 de Blumenau. Provamos a Chocolate Porter e a Gold e ambas agradaram.

Insana Gold.

Barco

A cervejaria Barco estava na Brasil Brau com sua cerveja Kings & Queens do estilo Strong Pale Ale.

Kings & Queens.

Mr. Beer

A rede Mr. Beer também tinha um estande com diversas cervejas do seu portifólio e uma das novidades que chamou a atenção foi a americana Epic e a cerveja própria da Mr. Beer, Tereza Pilsen Extra Hop. Uma pilsen com uma adição maior de lúpulos.

Pilsen Extra Hop Tereza.

Malt Store

Na importadora de Porto Alegre provamos uma Houblon Chouffe Dobbelen IPA Tripel. Realmente muito boa.

Houblon Choffe.

Buena Beer

A Buena Beer é uma importadora do Rio de Janeiro e estava servindo chope Delirium Tremens e Gouden Carolus. Aproveitamos para beber um chope Delirium e compramos uma Floris Framboise da belga Huyghe que apenas estava sendo vendida em garrafa. Foi nos dito que é uma fruit beer premiada considerada uma das melhores. O preço estava ótimo, apenas R$ 12.

Chope Delirium Tremens.

Floris Framboise.

Abadessa

No estande da Abadessa, uma das nossas cervejarias favoritas, haviam apenas cervejas na pressão, então provamos uma que não conhecíamos, a Adabessa Dunkles Nektar, estilo Munich Dunkel.

Abadessa Dunkles.

2 Cabeças

A 2 Cabeças estava lançando a cerveja Saison à Trois, elaborada em conjunto com a cervejaria Invicta. Agradou bastante! A 2 Cabeças levou o prêmio de melhor rótulo do evento com a cerveja Hi 5.

Cervejaria 2 Cabeças.

Saison à Trois.

Leuven

Na Leuven escolhemos para provar a Leuven Blanche. Chamou a atenção o fato de ser uma Witbier. A cerveja agradou assim como a belíssima garrafa.

Leuven Blanche.

Duff/North Coast

No estande da Duff encontramos cervejas da cervejaria norte americana North Coast, são 6 rótulos disponíveis, inclusive a Acme, uma antiga cervejaria que já não existe mais e teve sua receita e nome compradas pela North Coast. Só estavam sendo vendidas garrafas ao preço de R$ 16.

Estande Duff.

North Coast.

Hitachino

A japonesa Hitachino também estava presente na Brasil Brau.

Cervejaria Hitachino.

Rogue

Em um estande de importadores encontramos a Rogue Chipotle, inicialmente o que nos chamou a atenção foi o seu copo que tem a base imitando um cactus. Acabamos experimentando essa cerveja que a dose custava R$ 11 e valeu cada centavo.

Rogue Chipotle.

Cervejaria Mistura Clássica

A cervejaria esteve presente no estande da Beers on the Table com suas belíssimas garrafas e ótimas cervejas.

Cervejaria Mistura Clássica.

Cervejaria Nacional

A cervejaria de São Paulo chamou a atenção com sua deliciosa Mula IPA engarrafada! Conhecíamos as cervejas da cervejaria Nacional mas apenas na pressão. O rótulo ficou sensacional.

Mula IPA.

Rasen

Mais uma vez a cerverjaria Rasen tinha o estande mais bonito e chamativo.

Cervejaria Rasen.

Infelizmente não conseguimos visitar e degustar todas as cervejas que gostaríamos e deixamos de provar muita coisa. Mas saímos satisfeitos pela evolução do evento e pelo grande salto de qualidade que nossas cervejarias brasileiras deram em 2 anos. E também pelas importadas que andam chegando em nosso país. Parabéns a todos os envolvidos pelo ótimo evento! E nos vemos em 2015!

Brasil Brau 2105.

Puggina

Paulistano, atua como Consultor na área de TI e bacharelado em Administração com ênfase em Marketing.