Depois de tantos anos ouvindo falar sobre a festa mais amarga do Brasil, seguimos rumo à Ribeirão Preto/SP para conferir! E descobrimos que não só de amargor é feita a IPA Day Brasil.

Chegamos ao centro de eventos QuintaLinda, localizado às margens da rodovia Anhanguera, super fácil, ponto importante para quem é de fora da cidade. Chegamos por volta das 13h30, embora já movimentado a fila estava tranquila.

Na entrada pegamos nosso copinho de pote de geléia (marca registrada do IPA DAY Brasil) e um livreto com todas as cervejas disponíveis no evento com o número do stand em que elas estavam engatadas. Muitos pontos de aguá potável e pias para lavagem dos copos estavam espalhados pelo salão. Na área externa ficaram os food trucks com opções que iam de burgers, pizzas, porções de panceta ou bolinhos.

Voltando a falar da área de cervejas, cada stand era marcado com o lúpulo de uma cor referente a intensidade de amargor da cerveja exposta, isso ajudou a equilibrar as escolhas durante a festa.

Toda comunicação visual foi feita pelo ilustrador Ciro Bicudo, que já ilustrou as latas da  Tarantino Brewery, Mikkeller entre outras.

As tatuagens de mentirinha foram um sucesso também.

Cinco cervejas foram criadas exclusivamente para o evento e foram nossas primeiras pedidas:

  • Weird Dogma (West Coast IPA) – Dogma e Weird Barrel Brewing Co.
  • Sour Holy Hops Double IPA Day (Sour Double IPA) – Bodebrown
  • Cormano (American IPA com um mix secreto de lúpulos e adição de mel) – Seasons
  • Heart Beat (Double IPA) – Dádiva
  • Ne-Nem (New England com manga, abacaxi e maracujá) – Goose Island e Colorado
  • Fake IPA (American IPA com 0 IBU) – SP 330

Difícil escolher uma favorita da lista. Mas a Heart Beat e a Weird Dogma vão deixar saudades.

 

ATRAÇÕES MUSICAIS

Três bandas se revezaram no palco a primeira  foi a Dirty Devils Band que agitou a galera com blues, a banda Kalize trouxe um repertório com musicas nacionais, com muita Pity e  Cranberries, o Microbius Experience fechou a noite com muito rock n roll.

Pontos Positivos
  • A escolha do local parece ter casado perfeitamente com a proposta do evento.
  • 3 vans circularam durante o dia pelos hotéis credenciados ao evento para que a galera não fosse de carro.
  • Em determinado momento (por volta das 19h) houve um pouco de fila para pegar cerveja, porem não passava de 10 minutos a espera.
  • A estrutura, o atendimento nos stands e as cervejas estavam perfeitas.
  • No fim do evento (perto das 22h) ainda tinha cervejas em muitos stands.
  • Pontos de hidratação espalhados e reabastecidos todo tempo. E pias para limpeza dos potes (copos).
  • Nossas expectativas foram superadas com sucesso!

Pontos Negativos

  • A área de alimentação poderia ser mais espaçada. Em alguns momentos ficou muito cheio e difícil de andar, embora sem nenhum problema maior.
  • Teremos que esperar 1 ano para a próxima.

Confira mais fotos:

Jana Portela

Paulistana, formada em Publicidade e Propaganda na busca constante das melhores cervejas.